26/11/2015

Paciência é uma virtude...

...que me falta muito.

Ok, aviso: o tema desse post é pereba e é meio nojento então lê quem quer. Teje avisado(a).

Quem me conhece sabe (e quem não me conhece percebe rápido também) que o apelido carinhoso de "ogro" não era por acaso e eu não sou lá muito inteligente em alguns momentos, apesar de tecnicamente ter o QI relativamente alto.

Ingual certas pessoas.

Enfim, para resumir a história, estou com uma berruga (tá, não é exatamente isso, mas não sei o nome técnico, é um câncer de pele daqueles benignos que não são nada) na cabeça há algum tempo, que machucou e volta e meia sangra um pouquinho.

Eu sei, eu sei, já fui em um dermatologista, ele deu prioridade para outras pintas "mais graves", ela entrou na fila para arrancar (na época não estava sangrando), aí mudei de emprego, outro plano de saúde, esse médico não aceita, tive que ir em outra dermato, puta mulher enrolada do caralho, ficou de enviar e-mail para marcar a cirurgia, aí não fazia a cirurgia quem fazia era o médico parceiro dela de clínica que - surpresa! - não atende pelo plano, aí fiquei puto porque óbvio me senti enganado, mas preciso fazer essa porra então ia fazer de qualquer jeito, mas daí que o e-mail nunca veio e não fiz muita questão então eu e minha verruguinha estamos aí, num relacionamento sério em que a gente se tolera e ela sangra de vez em quando ou seja, quase uns casamentos que já vi por aí.

E quase um episódio de Futurama.

Enfim, hoje tomei banho e sequei a cabeça com todo o cuidado do mundo e mesmo assim a diaba sangrou. Aí me irritei, peguei a escova de cabelo e escovei com uma certa raiva.

Lembra que falei que às vezes não sou lá muito inteligente? Então.

Sangrava um pouquinho de vez em quando, né.

Hoje sangrou pacaráleo.

>_<

Nenhum comentário: