03/12/2008

Nhé...

*Aviso: texto cheio de nhénhénhés e desabafos chatíssimos.

É impossível tomar algumas decisões sem magoar outras pessoas, e ser magoado faz parte da vida. As coisas são assim. Eu sei disso, e não é porque eu gostaria que fosse diferente que o mundo vai ser diferente. Mas magoa mesmo assim. Você passa anos fazendo de tudo para uma pessoa ser feliz, sacrifica seus próprios sentimentos no caminho. E faz isso feliz, na certeza de que vale a pena, que de uma maneira ou de outra vai ser recíproco. E quando você finalmente se conforma que não vai ser... você insiste. Porque, afinal, as pessoas podem mudar. Conversas, discussões e concessões. Mas as pessoas não mudam, você já sabia - é claro que você se enganou por mais alguns anos até o dia em que encara a realidade. E mesmo assim você persiste, porque você acha que não precisa ser recíproco: as pessoas são cada uma de um jeito e é assim que vão ser, e assim mesmo as coisas podem dar certo. Mas não dão, como todo mundo já sabia menos você. E aí você finalmente toma a grande decisão de assumir o fracasso que os dois já sabiam. Tenta lidar com tudo da maneira mais cordial e menos traumática possível, mas não importa: se torna um completo estranho. É tratado como um cara qualquer. E a única coisa que você leva de 8 anos é que eles não representaram nada. Foram jogados fora, desperdiçados. Como você se sente quando percebe isso? Você se sente um trouxa, um otário, um babaca.

E é isso. À partir de agora vou considerar que dormi em 2000 e acordei há 4 meses.

Bom dia. *espreguiça*

.

8 comentários:

Monicake disse...

Bom dia! :)

Bruno disse...

WTF?

A Truculenta disse...

Droga. Será q sempre qdo acaba, a sensação que fica é que foi tempo perdido?
=/

Sabrina Mix disse...

Oi, RodrOgro!

Muito pena que você se sinta assim. Espero que ao menos tenham ficado bons ensinamentos por aí.

Volte logo com os posts alegres!

Beijos e sucesso!!!

Lara disse...

Ah mas vc só está aqui hoje porque viveu essa fase. Acredite! Viver jamais é perda de tempo. Bjos inté!

bjomeliga disse...

Eu também acho que nada é perda de tempo. Mas mesmo assim, dá vontade de matar.
Bom dia e boa sorte!
:)

Anônimo disse...

:) Estou neste momento com esta sensação de vazio e de tempo perdido.
Mas quando tudo sanar. Este pensamento se dissipa. E vê que valeu apena enquanto durou...

Anônimo disse...

ASs: Anne
www.ocriocriatividade.blogspot.com