09/06/2009

Porque dar fora tá no meu sangue!

Esses dias fui a um evento, um happy-hour-jazz-sbrubbles com a fina nata dos executivos brasileiros (ou nem tanto, já que eu estava lá). Com direito a Amaury Jr e tudo, ói que chique. Não tinha quase ninguém que eu conhecia... um ou outro candidato que entrevistei em algum momento da vida e olhe lá. Mas, apesar de me sentir levemente deslocado, eu tinha prometido ir e era uma excelente oportunidade de *ahan* nétiuôrquim.

Os "convidantes", há tempos loucos para eu ir a um dos eventos deles, me apresentavam pra todo mundo:

"Prazer, sou Fulano Aguiar, da Tabajara Corp."
"Prazer. Conheço a Tabajara, grande empresa... Você está em que área?"
"Sou Diretor de Marketing. Você conhece alguém da Tabajara?"
"Conheço a Ciclana da Silva, que era Diretora Financeira..."
"Ôooo! Já comi muito!!" "Conheço Ciclana, ela ainda está com a gente. Que coincidência! O mundo é muito pequeno!"
"Se é..."

"Prazer, sou Aqueletal Nunes, da Sbrubbles Ltda."
"Prazer. Conheço bem a Sbrubbles, vocês já foram meus clientes. Você está em que área?"
"Sou Diretor de TI. Quem você conhece lá na Sbrubbles?"
"Você trabalha com Aqueleoutro Carvalho?"
"Sim, sim... excelente profissional. Você conhece ele?"
"Ôooo! Já comi muito!" "Eu liderei o projeto que o contratou para a Sbrubbles!"
"É mesmo? Puxa, que coincidência! O mundo é muito pequeno!"
"Se é..."

Enfim, como se vê, diálogos dinâmicos e super variados. *boceja*

Mas não era nem de longe possível que eu deixasse de dar um fora numa situação dessa, né? Pois é. Lá pelas tantas, me apresentaram para um cara baixinho, gente finíssima, absolutamente informal.


Convidante me puxa pelo braço: "Esse é o Picagrossa Franco, da BigFuckingBrand S/A".
"Prazer. Pode me chamar de Franco."
"Muito prazer, Franco. O que você faz na BigFuckingBrand S/A?"

E ele me olha com cara de espantado:

"Eu... sou o DONO."

Pior é que era daqueles nomes que aparecem na mídia (bom... na mídia executiva, pelo menos. Quem só lê os quadrinhos - como eu, obviamente - não vai conhecer) o tempo todo, manja? Do tipo que a Marília Gabriela entrevista, coisetal? Que alguém que trabalha na área DEVERIA conhecer? Então.

Ok, esses NÃO VÃO virar clientes... >.<
.

5 comentários:

Eric Franco disse...

Picagrossa Franco? Melhor não falar nada... hahahahah

RodOgrO disse...

Pôrra, tá vendo? Não disse que dar fora tá no sangue? Quebrei a cabeça pra não pegar o sobrenome de ninguém conhecido e olha aí... sifudi!

Pelo menos fica lisonjeiro... imagina se eu usasse "Picafina Franco" ou "Minipica Franco"? ;P

B. disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkk. Eu nem posso falar nada porque sou a rainha do furo. rs

Anônimo disse...

haueheueheauheaueah


netôrquim!


Anne

lioness disse...

Realmente, só falta o diploma.