27/06/2008

Ausente e triste

Pois é, pessoal, essa semana foi fraca - admito. Mas a semana foi foda, não teve o menor clima para brincar. Não sei se alguém vai lembrar, mas um tempo atrás falei desse assunto, dessa questão da nossa mortalidade e do quanto meu avô tinha envelhecido em tão pouco tempo.

Nesse último final de semana, ele morreu. e quem me chamar de "Mãe Diná" que vá se foder!

Ele já estava velhinho, e muito provavelmente foi melhor ter ido de uma vez do que ter ido para o hospital e ficar entubado por meses, sofrendo (nem que seja "só" emocionalmente), antes de morrer. Porque recuperação, aos quase 90 anos, vamos concordar que não há. Mas todos esses fatores racionais não diminuem a dor de perder alguém tão querido. Tão amado.

Ele continua com a gente, no coração de todos na família. De todos que o conheceram, até: foi o velório mais lotado que já vi. Pessoas que trabalharam com ele há 40 anos compareceram. E o comentário que mais ouvi foi "perdi um grande amigo". Não é para qualquer um.

O que conforta é saber que na verdade ele não se foi: ele somente voltou a ser parte de tudo. E isso deixa tudo um pouquinho melhor...

6 comentários:

Nina disse...

=´(
Lembrei do meu avô que passou 8 meses fazendo hemodiálise e acompanhei-o durante 5 meses.
Depois disto não tive mais forças para suportar o sofrimento.
Foi horrível, o vi quase morrer duas vezes...e na segunda vez ele estava delirando pedindo socorro e disse: minha filha tanto que fiz por você e você faz isto comigo?
Poxa, sai da sala aos prantos, sem condições psicológicas para continuar...sonhei com ele indo embora...e fui visitá-lo uns dias antes...parecia advinhar.
Sinto muito... é só o que tenho a dizer.
Amplexos

T. disse...

Nossa, Rô, que triste... Qndo alguém que amamos muito se vai é sempre ruim, não tem jeito :(
Força nesse momento, moço. E no q precisar, conte comigo.
Abraço.

kami disse...

Olá!

Sabe que eu já trabalho em UTI a algum tempo e ainda assim não encontrei nada que pidesse dizer nesse tipo de situação!?

Espero que fique bem....

Bjusss

Dany Darko disse...

Rôzinho, toda a minha força pra ti e pra a tua familia. Nao faz muito tempo que perdi meu pai, tu sabes. Sei o quanto é dolorosa essa situaçao de hospital, recuperaçao... Acho que chega um momento que a morte é uma questao de dignidade. Antes ele ter ido logo, sem muito sofrimento, do que ter que passar meses sofrendo em uma cama. Enfim.
E tenho certeza que em qualquer lugar que teu vôzinho esteja ele vai sempre sentir muito orgulho desse neto sapeca dele.
Um beijo enorme e força aih!

Reb's disse...

Puxa, que triste...
Meus sinceros sentimentos pra você e sua família!
E, como você mesmo disse, lembre-se que ele agora tá MUITO melhor do que a gente!

Ventania disse...

Oi, normalmente diria bons ventos me trouxeram, mas não chego em boa hora, né?! Nestes momentos ficamos solitários pq a dor faz a gente querer se recolher. Mas disse bem, seu vovô agora é parte de tudo e deixou tudo um pouco melhor. Meus sinceros sentimentos e desejos de que a dor passe e fique a doce lembrança.