16/04/2009

A Beleza

Beleza, te quero
Mas que não seja tudo...
E não aos olhos dos outros,
Mas aos meus.
Não quero uma beleza óbvia,
Mas uma que te faça única
Quero o que te faça minha
E cada vez mais linda ao meu olhar.

Beleza, te quero
Mas não se prenda ao lugar-comum
Seja beleza no inusitado, na surpresa
Beleza até no ruim.

Beleza, te quero
Explodindo em meu peito
Cantando e rodando e rodando e dançando
Fazendo-me sentir vivo
E eterno
Mesmo tão mortal...

2 comentários:

amelie_poulain disse...

E quem não quer esse tipo de beleza?

lioness disse...

Beleza está nos olhos de quem vê, ainda que sejamos cegos.